Aretustka

 

Aretustka era uma ignorante

Não sabia ler e escrever

Achava a cultura maçante

Se recusava a aprender

 

Aretustka vivia entre livros

Em uma biblioteca completa

Mas nunca leu uma linha

Preferia ser uma pateta

 

Até o dia em que sua ignorância   

Pregou uma peça nessa danada

Bebeu um frasco de suave fragrância

Não leu o rótulo, morreu envenenada

© 2014 by Circo Blandollo / Orgulhosamente criado com Wix.com