Beijo 39

Os beijos peregrinos não precisam ser marcados, pois como todo beijo eles reconhecem quem os alimenta.
Os beijos peregrinos se multiplicam facilmente quando bem tratados mas nunca chegam em bando: pousam sempe um a um.
Aqui, na nossa fazenda, criamos beijos de todos os tipos, beijos de companhia, beijos para simples abate e até beijos esportivos.

Mas já estamos estudando a reprodução em cativeiro de beijos raros. Todo beijo raro criado aqui, quando atinge a maturidade é solto na natureza.