Capa-Queria-ir Sem LOGO.jpg

“Criança que não sai do lugar está doente”, já diziam as avós.

Andar, explorar e descobrir novos horizontes faz parte da infância

tanto quanto cobrir os adultos com milhares de perguntas. Tudo isso por um motivo simples: aos poucos, os pequenos crescem e, para isso, precisam descobrir seus limites, até onde podem conquistar espaço e conhecimento.

 

No livro O menino que queria ir, a experiência de ver o mundo encolher conforme a curiosidade infantil aumenta é contada com o texto suave. Toda a ambientação poética parece mais intensa acompanhada das ilustrações e dos cenários dessa surpreendente viagem.

 

Num convite para que as crianças usem sua curiosidade para descobrir até onde vão seus limites, a história mostra um simpático menino com olhos ávidos, que não tem nome, mas que tem muitas vontades. Testando suas aptidões, o menino começa um percurso que começa dentro da confortável barriga da mãe e vai ganhando novos horizontes, como o quintal de casa, a rua, a cidade, outros países...

 

Nessa aventura movida por uma combinação de coragem e vontade de desvendar o mundo, o menino chega até ao espaço sideral, destino imaginário preferido pelas crianças que não conseguem (nem querem) parar quietos.

 

O menino que queria ir

queria-ir-03.jpg

CÓDIGO DA OBRA:

PÁGINAS: 24

FORMATO: 21 X 21 cm

ISBN 9788525052254

queria-ir-01_edited.jpg