Mavra

 

Mavra tinha o poder de ver

Ela previa o que o futuro traria

Via o destino que os outros iam ter

Via quando a morte chegaria

 

Mavra vivia num palácio dourado

E lá recebia as pessoas

Mas como tinha o humor turvado

Nunca previa uma coisa boa

 

Final de romances ela vislumbrava

Calamidades ela profetizava

Até que como bruxa foi julgada

E em uma fogueira morreu queimada

© 2014 by Circo Blandollo / Orgulhosamente criado com Wix.com